31 de outubro de 2009

29 de outubro de 2009

Diz que há dias assim medianinhos...

Hoje fui obrigada a contar até 20!Mas ainda assim dei uma resposta torta a uma iluminada, que tem dias, uns mais iluminados do que outros e hoje toda ela era luz…

Passado não mais do que meia hora contei novamente até 20, (outro iluminado) e lá soltei mais uma resposta, porém, desta vez, não foi assim tão torta, foi mais a atirar para o cínica, porque eu não sou de ferro,(e gosto de ser original)!

Depois fiquei chateada, claro porque eu tenho um dark side, (very dark indeed), e dou comigo com pensamentos inconfessáveis, recheados de requintes de malvadez a imaginar…, claro que não vou dizer o quê porque, inconfessáveis quer dizer isso mesmo!

À parte de me quererem melgar a paciência, e escrevo melgar porque, em primeiro lugar este blog ainda é uma criança, não fosse o caso escreveria uma coisa assim a rasar o ordinário, e em segundo lugar não dei assim tanta importância à ocorrência,(leia-se intervenientes) que mereça honras inaugurais! O dia até nem correu mal,se bem que a seguir ao almoço fiquei com uma soneira, desconfio que me cruzei com a mosca tsé- tsé, ou terá sido do desgaste emocional porque isto de contar até 20 tantas vezes num dia cansa…Mas isso agora não interessa nada

28 de outubro de 2009

Hoje é dia de saudade

Ontem acordei a pensar em ti, provavelmente sonhei contigo! E o que me custa quando acordo assim, a melancolia que sinto, as saudades, a impotência que sinto por não poder estar contigo…

Quis a vida, o destino, ou o que quer que fosse, porque afinal, esse é o factor que menos importa, que as nossas vidas sigam separadas. A geografia, curiosamente, até estaria a nosso favor, não fossem os nossos caminhos trilhados em diferentes direcções.

Sinto saudades do tempo em que davas a mão para atravessar a rua e caminhavas ao meu lado, sinto saudades de quando rias comigo, sinto saudades de quando tiravas partido por mim, me protegias, me davas conselhos, jantavas à mesa comigo, até sinto saudades de quando me ralhavas e logo de seguida inventavas um qualquer assunto sem importância só para me passares a mensagem de que já estava tudo bem.

Provavelmente nunca virás aqui ler o que escrevi, ou talvez queira o acaso que aconteça, afinal foi o acaso que muito contribuiu para vivermos assim, tão perto e tão longe! E eu sei que estás aí, e que me adoras, e tu sabes que estou aqui e que te adoro…

Hoje sinto-me nostálgica, a saudade entranhou-se de tal forma em mim, que tudo me faz lembrar a tua existência. Ainda assim sinto-me grata, muito grata, porque mesmo ambos sabendo que não és perfeito, da mesma forma que ambos sabemos que não me edificaste perfeita, gosto do ser humano em que me tornei e não só, mas também a ti o devo.

Obrigada Pai
Eme

27 de outubro de 2009

Frase do dia

"É melhor seres rei do teu silêncio do que escravo das tuas palavras"

Shakespeare

Ainda bem que às vezes a sensatez toma conta de mim...

26 de outubro de 2009

U2

Hoje corria o sério risco de não actualizar o meu cantinho, de tão entretida que estava a deliciar-me com o mais recente concerto dos U2.

Na noite passada a fantabulástica banda decidiu disponibilizar o concerto que decorreu no estádio de Rose bowl em live streaming, o concerto da 360º tour foi emitido na íntegra no canal oficial U2 no you tube.

Para quem se quiser deliciar, basta clicar aqui para ver o concerto

25 de outubro de 2009

O descanso da guerreira


*
Já tinha prometido a mim própria que este fim-de-semana iria esforçar-me para não fazer nenhum. E consegui!
Andei cá por casa na verdadeira sorna, e tirando uma ou outra coisa, das quais não posso fugir como cozinhar, arrumar roupas e blá, blá, blá, a verdade é que me fartei de...pura e simplesmente, não fazer nada.

O problema é que agora estou chateada, porque até tinha trabalhos importantes para fazer...Mas como nunca estou satisfeita com nada, olha temos pena!

*Imagem retirada da net

24 de outubro de 2009

"Fúria Divina"


Foi lançado o novo livro de José Rodrigues dos Santos, um livro polémico que vem colocar a descoberto algumas facetas desconhecidas do mundo islâmico...
O autor teve a colaboração de um ex-operacional de Al-Qaeda,motivo que faz suscitar mais curiosidade na obra.

Curiosamente ouvi um comentário Abdullah Yusuf, que referia que o problema dos ocidentais era a questão da moral.
No seu discurso podia-se ouvir: "o problema da moral nos ocidentais é que é uma questão de moda, aquilo que era imoral há uns anos atrás, hoje já é moral... e esse é um ponto de discórdia..."
Dá que pensar...

Isto tudo só para referir que este livro vai passar para a minha lista de "must have", ou poderá apenas passar a lista de "must read", sim porque se alguém me emprestar o livrinho para eu ler, como já aconteceu com tantos outros eu não faço questão de o juntar às obras cá de casa...
Agora que quero saber o que o professor Tomás Noronha, andou a fazer lá por terras muçulmanas disso tenho a certeza.

23 de outubro de 2009

Sinto

Uma debilidade absolutamente constrangedora, como se de pura vergonha se tratasse, daquele pudor que nos rumina, desgasta sem dó nem piedade, e me faz procurar justificações e absolvições que não existem.

Não existem absolvições porque nada mais faço além de aconselhar, encaminhar, apresentar soluções que talvez não façam qualquer diferença, para quem as obtém e num acesso de egoísmo conforta-me pensar que sim, que fazem diferença, acalmam mostram que existem alternativas. Quem me procura deposita esperança, no aconchego, no conforto, no pensar que estou aqui e a verdade é que estou, mas …

Pensar que podia fazer mais, muito mais do que faço, não empregar apenas pseudo-moralismos, bem ao jeito do ” olha para o que digo, não olhes para o que faço”, e não fosse uma terrível cobardia de enfrentar a realidade, poderia abdicar de momentos de tranquilidade e para além das sentenças que proclamo, poderia partir para a execução, ir de encontro, materializar as palavras…

E por não fazer o que tenho capacidade para fazer, e por saber que tenho capacidade para ir além das palavras, é que me sinto assim, algures em mim é travada uma luta entre a intenção e a cobardia, que me deixa numa debilidade constrangedora.

Eme

22 de outubro de 2009

Crime perfeito

Para quem quiser acompanhar a banda sonora escolhida para esta semana (isto soa bem!)
aqui fica a letra desta música que adoro:

"Crime perfeito" by Donna Maria

Sabe bem ter-te por perto
Sabe bem tudo tão certo
Sabe bem quando te espero
Sabe bem beber quem quero

Quase que não chegava a tempo de me deliciar
Quase que não chegava a horas de te abraçar
Quase que não recebia a prenda prometida
Quase que não devia existir tal companhia

Nao me lembras o céu nem nada que se pareça
Nao me lembras a lua nem nada que se escureça
Se um dia me sinto nua tomara que a terra estremeça
Que a minha boca na tua eu confesso nao sai da cabeça

Se um beijo é quase perfeito perdido num rio sem leito
Que dirá se o tempo nos der, o tempo a que temos direito
Se um dia um anjo fizer a seta bater-te no peito
Se um dia o diabo quiser faremos o crime perfeito

21 de outubro de 2009

Erro de casting



Aqui está um exemplo de um erro de casting de um "Reality show", não se podem escolher pessoas com sacos de silicone dentro do corpo para estas actividades tão radicais...

Suspiro

Hoje vou deixar o relato de uma daquelas situações que nos enchem a alma (e o ego).
Ontem estava eu no meu computador a fazer já nem sei o quê, porque depois daquele comentário da I., o que quer que estivesse a fazer, já não sei, perdeu toda e qualquer importância...

Depois de alguns segundos a observar-me a I. diz-me com a voz mais doce do mundo (que definitivamente é a voz dela)
-És tão bonita mãe. Ainda ontem na reunião de pais, lá na escola estive a reparar e tu eras a mãe mais bonita de todas... Mas de longe.

Eu sei que os nossos filhos são os mais bonitos do universo e arredores (a minha é de certeza!), também sei que aos olhos dos nossos filhos nós somos os mais bonitos do mundo, mas ainda assim sabe taaaaão bem ouvir =^_^=

Hoje o dia acordou chuvoso, mas eu acordei com uma luz radiante, em cima de um pedestal, ou não fosse eu a mãe mais bonita de todas.

Suspiro(duplo)

20 de outubro de 2009

Adoro ter as costas largas


A minha última postagem deve parecer um tanto ou quanto enigmática, mas a verdade é que existem situações que até ganham uma certa graça, se calhar pelo carácter ridículo!!
Acho muito engraçado quando me utilizam como bode espiatório, até porque sou estreita de costas, mas parece que as tenho bastante largas...
qualquer um de nós conhece certamente pessoas que quando não são capazes disto ou daquilo, adoram disparar as culpas para tudo quanto é lado. E o mais fantástico é que ainda conseguem parecer as donas da verdade!!!

Faz-me lembrar o episódio do único militar que marcha ao contrário de todos os outros, ainda ter a prepotência de achar que é o único que está bem!

Frase do dia...

Quando o dançarino não consegue aprender os passos, é porque a sala está torta.
E mais não digo

19 de outubro de 2009

hoje estou assim...

Por isso é que a dor de cabeça, não me largava...
Não acham que se as dores de cabeça tivessem legendas a vida seria muito mais fácil?
OK se calhar também estou com febre, estes disparates utópicos devem ser sinal de delírio.

18 de outubro de 2009

New look

Pois é...
Hoje andei aqui entretida com a ajuda do manito a mudar o layout do meu blog!
Espero que gostem!
Tão entretida que não tenho nada de novo para contar, a não ser que tenho uma dor de cabeça desde ontem...que parece querer levar-me ao desespero.

17 de outubro de 2009

Jingle bells



Continua um calor brutal em Portugal.
Vou até ao shopping e encontro lojas com árvores de Natal e a respectiva colecção de enfeites.

Pois claro que me sinto baralhada!!!

16 de outubro de 2009

O telefonema do dia...


O meu mano liga-me ao final da tarde de hoje.
- Olá maninha, tudo bem?
- tudo bem e tu?
-também, o que vais fazer para o jantar?
-Vou grelhar uns bifes...
- Ok então deixa estar
-??????
-mas porquê, queres jantar lá em casa?
-Não é que a A. (a minha cunhadinha), estava com vontade de comer o teu bacalhau dourado, e decidi ligar para ver se por coincidência ias fazer isso.

Lol, lol

Fica combinado, Domingo temos bacalhau dourado no menu;)

15 de outubro de 2009

Mas o que é isto?

Depois de ter ganho consciência que:
- Acordo e começo a resmungar por tudo e por nada

- Depois de ouvir a minha filhota a falar durante 10 minutos não consigo repetir palavra do que disse:(

- Adormeço no sofá com grande facilidade

- durante a hora de almoço e com o maravilhoso sol que tem estado, não me apetece passear (em plena rua de Sta. Catarina)

-Deixei de conseguir ler antes de dormir (quer dizer consigo juntar as letras e formar palavras, mas não retenho nada do que leio)

-Tudo me faz confusão (e nada também faz)

-Estou uma mesquinha do pior! (as pequenas coisas às quais não costumo dar importância, de repente, passaram a ter uma importância enoooorme)

-De vez em quando dou comigo a choramingar com uma música ou outra

-Acabei de ler o "Baunilha e Chocolate" e também cheguei às lágrimas.

-Paciência o que é isso?

-Sinto muita falta de algumas coisas e estou muito cheia de outras

-Quero dormir muiiiiiito

-De vez em quando tenho "brancas"

-Dou comigo a gaguejar, antes de formular uma frase.

Penso que se cheguei a estas conclusões sozinha, não devo estar assim tãããão mal.
Mas depois de ler esta lista novamente, acho que se calhar estou um bocadito...

14 de outubro de 2009

Marketing de guerrilha


Hoje o P. ensinou-me uma coisa nova... Para juntar às centenas, (pensando bem já terá ultrapassado a barreira dos milhares), de coisas que me foi ensinando ao longo deste último ano:)

Eis que aprendi que existe marketing para além do marketing que eu conhecia... Diria até que este é "O MARKETING". O conceito desta ferramenta consiste num conjunto de estratégias que visam promover e fomentar a imagem deste ou daquele produto ou serviço, é utilizado também como ferramenta de consciencialização social, ambiental, é utilizado na política, entre muitas outras coisas. Sei que estas são linhas muito gerais, e que o conceito é muito para além do que aqui descrevo, mas esta será a minha resumida definição de marketing.

O que eu não sabia cá do alto da minha ignorância, é que este conceito de marketing de guerrilha, (o tal que descobri hoje) é inspirado na guerra Vietnam versus Estados Unidos. As guerrilhas são caracterizadas pela falta de recursos bélicos e pelo facto de possuírem recursos muito rudimentares. Ainda assim a capacidade de mobilidade, a estratégia , o conhecimento do terreno, tornam os guerrilheiros capazes de criar um efeito inesperado, que de tão surpreeendente os tornam muitas vezes capazes de combater o inimigo.

É exactamente este o conceito do marketing de guerrilha, extremamente criativo,irreverente, criado de formas não convencionais, com meios limitados em termos orçamentais, mas em que o resultado é de grande impacto, seja pelo efeito surpresa, pela grandiosidade, pela criatividade, ou por um conjunto de vários destes factores. A verdade é que não deixa ninguém indiferente, e o efeito que cria é uma publicidade quase instantânea, muitas vezes gerado pela curiosidade dos meios de comunicação ou pelo facto de gerar nas pessoas uma enorme vontade de partilhar com os outros.

Descobri, entretanto que este conceito, (já) existe desde 1982, o que significa que tenho andado a dormir...
Felizmente existe o P. que vai partilhando estas pérolas de sabedoria.
Obrigada pela partilha:)

Sem comentários

Confessa lá, Maitê, só aqui entre nós.
Se não fosses estúpida o que gostarias de ser?

13 de outubro de 2009

Hoje ou amanhã

Hoje deparei-me com algo, que analisando friamente, é uma situação normal, mas por outro lado me deixou estupefacta!
Numa conversa animada, como tantas outras, que fazem parte do meu ritual diário, contava a uma amiga uma fábula que li aqui, e que adorei. Adorei porque faz muito sentido, adorei porque já me revi na pele do pirilampo, adorei porque às vezes das formas mais simples se explicam situações complexas, adorei a fábula porque sim:).
Estava à espera de uma reacção normal, daquelas em que se dizem uns "realmente faz sentido" ou "pois já me aconteceu", mas a reacção não foi essa... Não foi nada que se pareça com isso!
A reacção à minha história foi um desconcertante e inesperado choro compulsivo...e importa referir que a pessoa em questão tem um apuradíssimo sentido de humor...

Quanto mais conheço as pessoas , mais curiosidade tenho em conhecer. Quanto mais penso no que acontecerá dentro da cabeça de cada um de nós, mais procuro perceber. Quando questiono o peso que os factores que não conseguimos controlar, têm na nossa vida, mais admirada fico com a diferença que faz se ouvimos esta ou aquela história hoje ou amanhã.

Porque a mesma luz hoje ou amanhã, brilha de forma diferente.
Porque a mesma piada hoje ou amanhã tem piada de forma diferente
Porque o mesmo abraço hoje ou amanhã tem um gosto diferente
Porque um beijo hoje ou amanhã tem um sabor diferente
porque seja aquilo que for hoje ou amanhã será diferente.

P.S. Anima-te, amanhã vou ter uma piada para te contar e quero ver-te a sorrir!

Ouvi de passagem...

O meu filho alterou a password do HI5 e não me disse nada...( o filhote da minha amiga tem 10 anos)
Pois é minha amiga, vai-te habituando à ideia, são os primeiros sinais evidentes que nos estão a fugir de debaixo das asas... e custa tanto !!!

11 de outubro de 2009

Durante o fim de semana


Estive com amigos,
fui dar um giro ao shopping,
comprei um presente para a minha filhota,
andei a passear,
apanhei sol,(hoje estava um dia lindo),
fiz compras cá para casa,
fiz a minha tatuagem:))),
ao fim da tarde de hoje ainda tive o prazer de ver o filme" A Proposta".
Uma bela comédia romântica, bem do género lamechas de que gosto, que bem poderia chamar-se o "amor acontece", não fosse este o nome de uma outra história de amor do cinema.

Não podemos esquecer

De exercer o nosso direito/dever de voto.

Para podermos assim conquistar o direito de crítica. Não raras vezes, ouvimos comentários aqui e ali de que o país não está bem, a nossa cidade não desenvolve, as juntas de freguesia não tomam iniciativas. Mas a verdade é que uma parte desses comentários chegam de cidadãos que nem sequer se dão ao trabalho de votar!!!


Todos às urnas.

10 de outubro de 2009

Prémio Nobel da Paz


O actual(íssimo) Presidente dos Estado Unidos da América, foi galardoado com o prémio Nobel da Paz.
Independentemente de ser uma admiradora do homem que é Barack Obama, questiono-me se este prémio foi de facto bem entregue...Não deixa de ser verdade que a sua postura visionária tem uma forte vertente em que o pacifismo é um mote para a sua forma de governação, é também verdade que é um homem em que a diplomacia assenta que nem uma luva mas, não será este prémio endereçado a quem tenha dado já mostras de obra feita?

Espero que aconteça, aquilo que alguns defendem, e que este seja desde já um investimento no futuro. Talvez com o "peso" do galardão apareça a obra.

9 de outubro de 2009

Ao contrário de ontem

Hoje o dia foi positivo:)

Não é que tenha sido muito produtivo... mas a boa disposição acompanhou-me durante o dia todo!
Estou a ultimar o projecto da tatuagem (há muito desejada) que vou fazer amanhã.

Entretanto vi o Cristiano Ronaldo a cantar!!!!!
Não sei se me devia rir do ridículo, ou se devia chorar pelo estado das coisas. O homem até pode ter muito jeito com a bola(desde que não esteja a jogar pela Selecção Portuguesa), mas a cantar... por favor!!!

8 de outubro de 2009

Resumo do dia...

Zero! Não consegui fazer nada, a ansiedade dá cabo de mim!!
Vou ali ver se faço o jantar para me sentir um bocadinho útil, e já volto.

7 de outubro de 2009

Pessoas versus máquinas

A aventura do dia começou cedo, logo pela manhã, ainda eu não estava completamente acordada!

Entrei no autocarro sem título de viagem, vai daí tinha que comprar o dito cujo in loco. Deparei-me com uma das fantásticas máquinas de títulos que agora habitam alguns dos autocarros dos STCP,e que orgulhosamente apresentam um slogan super apelativo: " Este cobrador é uma máquina", e não é que aquilo é realmente uma máquina??!!Fui ao porta moedas e... ups! não tinha dinheiro trocado.Conclusão, pedi gentilmente ao senhor motorista para me trocar dinheiro porque a máquina ou cobrador ( nem sei ao certo como se trata )não aceita notas.

O senhor motorista respodeu-me prontamente (de repente até pensei que era uma daquelas respostas feitas) Tem que pedir a alguém que lhe troque.
Se eu fosse um desenho animado o meu balão diria assim:"?!?!?!?!"
Pensei eu, então as pessoas que viajam no autocarro é que precisam de estar munidas de trocos para situações como esta? Mas como não havia remédio, lá perguntei se alguém me poderia trocar a nota dos 5€, e afinal até estava com sorte, porque um senhor prontificou-se logo a trocar o dinheiro.

Como se tudo isto não bastasse o cobrador/máquina, tinha a ranhura onde se coloca o dinheiro fechada, procurei um qualquer dispositivo que o fizesse abrir, até confesso que interiormente utillizei o abracadabra e...nada. Lá tive novamente que perguntar ( nesta altura já me estava quase a espumar)" Peço desculpa como coloco o dinheiro na máquina? " O senhor motorista estava farto de mim... eu sei porque tenho um sexto sentido! A muito custo lá me respondeu:
" primeiro tem que carregar na tecla comprar título e a ranhura abre para introduzir o dinheiro"
Naquele momento tive uma vontade enorme de lhe dizer" hum e não tem uma tecla que diga retirar título gratuitamente?",mas lá me consegui conter...

Agora no rescaldo da situação fui assaltada por uma curiosidade, se eu não tivesse conseguido trocar o dineiro, o que teria acontecido? O senhor cobrador/máquina colocar-me-ia fora do autocarro? Será que sou só eu que não acho normal que não haja forma de trocar dinheiro, num local em que temos que privar com uma máquina que não aceita notas?

6 de outubro de 2009

Ainda a propósito

Da postagem anterior.
Estou com imensas dúvidas, relativamente a este novo acordo ortográfico e não raras vezes, quando estou a escrever certas palavras penso: "isto vai deixar de se escrever assim!". O problema é que não consigo resignar-me e começo a imaginar-me uma antiquada, quando chegar à conclusão de que não me vou conseguir adaptar à nova escrita...E não vou pura e simplesmente porque não me apetece!

O que despoletou esta minha ansiedade foi tão somente a expressão "bem-vindos" que escrevi no post anterior.Peço desde já desculpa se estiver mal escrita, mas a verdade é que estou a passar por uma crise de identidade e já não sei muito bem como se escrevem certas e determinadas palavras, palavras essas que aprendi a escrever, e que agora ao final de trinta e tal anos vou ter que "desaprender" para aprender de novo. E a minha dúvida persiste, será que é a isto que se chama evolução?

Já agora o "B" no nome do meu blog faz parte de um dos meus sobrenomes, que faço questão de escrever com as letras todas, entristece-me sempre que alguém deixa de colocar acentos nos seus próprios nomes e irritam-me as pessoas que não escrevem o meu nome correctamente. hoje até vou assinar a postagem.
Postado por M. BAPTISTA

5 de outubro de 2009

Sejam bem-vindos

Era uma vez...
Num destes dias iguais a tantos outros, fazendo as minhas viagens virtuais pela blogosfera, dei por mim a pensar: vou criar outro blog( digo outro porque este é o terceiro), diferente dos outros dois cujo propósito é totalmente distinto daquilo a que se este se propõe.
Aqui vou falar de mim e de outros, da vida, de encontros e desencontros, de alegrias e tristezas, do que gosto e do que odeio, vou partilhar as minhas convicções, vou manter-me fiel aos meus princípios, vou deixar-me guiar pela intuição, vou mostrar o meu "outro eu"...